• CPV

Sessão de Disseminação da Plataforma eVA-VOL

Teve hoje lugar, dia 25 de novembro de 2020, a Sessão de Disseminação da Plataforma eVA-VOL, organizada pela Confederação Portuguesa do Voluntariado (CPV), e que contou com a presença da Diretora Geral do Ensino Superior em funções, Dra. Ângela Noiva Gonçalves, e com mais de 60 participantes oriundos de diversas Instituições de Ensino Superior, Municípios, Bancos de Voluntariado e Organizações da Sociedade Civil com especial foco nas áreas do Voluntariado, Juventude e Associativismo.


A sessão, com início às 10h00 da manhã, teve a duração de cerca de duas horas, tendo sido abordados diferentes temas relativos à Plataforma eVA-VOL. Primeiramente, o Presidente da CPV, Prof. Eugénio Fonseca, deu as boas-vindas a todos os que participaram, deixando uma mensagem de contextualização da importância desta plataforma e do voluntariado na sociedade civil. Seguidamente, João Teixeira, membro da Direção, apresentou a Plataforma eVA-VOL, começando por explicar as potencialidades da plataforma e posteriormente a aplicação prática da mesma, explorando a plataforma online ao mesmo tempo que os participantes iam acompanhando ao visualizá-la. Posteriormente, deu-se um período de perguntas e respostas, bem como uma partilha de boas práticas por parte das várias organizações e instituições presentes, que muito enriqueceu o debate e a sessão.


A Plataforma eVA-VOL tem por objetivo a validação das aprendizagens adquiridas em contexto de voluntariado no currículo dos alunos do Ensino Superior.


O eVA-VOL é um projeto que visa criar uma metodologia que atua como uma ponte entre a aprendizagem não-formal e informal adquirida através do voluntariado e as entidades de educação formal, dando apoio aos voluntários no processo de validação da aprendizagem adquirida em atividades de voluntariado, para que esta seja reconhecida em cursos de educação formal. Esta metodologia é implementada através da plataforma online onde os voluntários têm acesso a guias que explicam o processo de identificação e documentação, ficando então preparados para submeter um pedido de validação da sua aprendizagem à entidade promotora de educação formal.


O projeto teve início em 2018 e é desenvolvido em conjunto com a Plataforma de Voluntariado de Espanha, o Centro de Serviço ao Voluntariado de Lazio (Itália), a Meath Partnership (Irlanda) e o Instituto de Tecnologia de Cork (Irlanda).






73 views0 comments