• CPV

Cáritas Portuguesa continua a apoiar Moçambique com apoio de voluntários locais


A Cáritas Portuguesa, confederada da CPV, continua a apoiar Moçambique através de duas frentes de apoio complementares, quer na sequência da campanha ‘Cáritas Ajuda Moçambique’– lançada em março de 2019 –, quer na participação no terreno, em coordenação com a rede internacional Cáritas e com o apoio de voluntários locais.


A Cáritas Portuguesa faz parte do conjunto de organizações que viu aprovadas as candidaturas ao apoio do Governo português, através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, para dar continuidade à reconstrução do país após a passagem dos ciclones Kenneth e Idai.


Esta candidatura corresponde a uma parceria que junta a Oikos Portugal, a Cáritas Portuguesa, a Cáritas Moçambicana e a ADPM – Associação de Defesa do Património de Mértola, que vão trabalhar em Sofala e em Cabo Delgado, em Moçambique, no apoio à recuperação do setor agrícola, como forma de contribuir para a segurança alimentar das populações mais afetadas pelos ciclones.


Desde que ocorreu o ciclone Idai, a Cáritas Portuguesa está a acompanhar diretamente o trabalho de apoio e recuperação, em resposta ao apelo de emergência lançado pela Cáritas Moçambicana, através da Caritas Internationalis, desde logo, nos primeiros dias, com um donativo de 25 mil euros, do seu Fundo de Emergências Internacionais, que foi aplicado na distribuição de alimentos e água. Esta resposta da Cáritas Portuguesa inclui o apoio às vítimas das cheias e do ciclone, não esquecendo, assim, que a situação desta população era já de fragilidade e que a Cáritas estava já no terreno para lhe prestar apoio.

0 views